Finalmente Outono: Resenha do Filme: A Hospedeira
Image Map

Resenha do Filme: A Hospedeira


"Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam."


Direção: Andrew Niccol
Elenco: Saoirse Ronan, Diane Kruger, Max Irons, Jake Abel, William Hurt
Nome Original: The Host
Ano: 2013
País: EUA
Gênero: Ficção científica

É a mesma escritora de Crepúsculo, porém a A Hospedeira é muito diferente, a história mostra como a força de vontade das pessoas é capaz de mudar a vida de alguém. Eu recomendo com certeza, mas faltou um pouco de emoção em algumas partes do filme.

Nota: 9,5










2 comentários:

  1. Nooossa to louca pra ver esse filme, mais to com medo

    ResponderExcluir
  2. Medo por que menina? kkk Não é de terror e vale muito assistir.

    ResponderExcluir



 
© Finalmente Outono - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ariane Leite.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo